domingo, 17 de março de 2013

Meu Desabafo (Perda de meus Gatinhos)











É muito triste o que venho relatar que aconteceu com meus amados gatinhos, o Kim, lembram? O mais lindo e que passou por tantas em veterinários e também o Pin, que apesar de ter ido parar aqui em casa depois de um atropelamento, já havia se domesticado. Olhem o último vídeo dele aí embaixo.


Bem, vamos aos fatos que ocorreram...





O KIM...

Na noite de 23 de Setembro de 2015, ele estava dormindo na cadeira e olhei para ele com tanto carinho... Embora ele fosse de meu marido, pois vocês sabem que gatos escolhem os donos... eu o amava tanto. Pois bem no dia seguinte acordei e ele não estava em casa, e comecei a chamar e nada. Meu marido estava aqui no RJ, capital. Havia vindo acompanhar meu sogro no médico. Então liguei para meu marido avisando que Kim havia desaparecido. E ele veio prontamente de volta somente para procura-lo. Chegou, rodou a cidade inteira, entrou em todas as ruas, procurando o seu gatinho predileto...

Eu estava com o coração apertado.

A princípio achei que ele tinha sido roubado, pois era muito lindo, os olhos pareciam duas bolas de gude azul piscina, todos o elogiavam. Me pediam ele. E eu, é claro, nunca concordei em dá-lo a ninguém, até por que estava conosco há dez anos e já tinha passado por tanta coisa. Meus gatos são meus filhos...

Enfim,... em seguida - acho que matei a charada – lembrei que meu vizinho, um senhor mal humorado, alcoólatra, que vinha vez em quando para cá, havia reclamado – alto e em bom tom – que o quintal dele estava todo cagado e que os gatos eram filha da ....., e eu nem podia dizer que não eram meus gatos que cagavam no quintal dele, que eram os gambás e porcos-espinho. Ele era ignorante e deixei pra lá... Moral da história...

O Kim tinha o hábito de andar pelo muro dele diariamente, e o que penso que aconteceu foi que ele deveria estar num dia ruim e atraiu Kim, o prendeu e sumiu com ele. Tenho fortes razões para acreditar nisso. A princípio, senti muita raiva dele, pois havia escutado ele dizer no telefone se alguém (pessoa com quem ele estava falando) queria um gato. E muitas outras coisas, que prefiro não mais comentar... O fato é que nunca mais vi o Kim.


Foi muito triste, passava o dia chorando, dia após dia,... não me conformava.
Até hoje, quando lembro, me dá uma tristeza...

Não sei se coincidência ou não, o gatinho de meu marido sumiu e meu marido faleceu um mês depois... Há quem diga que os gatos somem quando o dono vai morrer...


Adicionar legenda

Meu sofrimento agora era outro...


                                     


O PIN...

Agora o Pin, foi uma história revoltante. No dia de Natal (25.12.2015), estava eu, minha mãe, irmã e sobrinha lá em casa, quando de repente, minha irmã que estava na varanda, entrou e me perguntou se eu estava preparada para ouvir algo sobre meu gatinho. Eu achei a pergunta estranha e nem perguntei de qual ela estava falando e eu disse: Cadê o Pin? Ele estava ali na sala as quatro da manhã pedindo a nossa atenção, queria carinho, brincar,... E saí a procura. Saí no portão e um vizinho (dessa vez outro vizinho – é um pessoal ruim que veio do Espírito Santo pra cá (E não faço a menor questão de ter intimidade com eles), estava com uma pá na mão, havia cavado um buraco num terreno ao lado e se dirigiu a mim e falou: Aquele gato não é seu? Os cachorros mataram ele. Ele tem o rabo cortado,... E olhei para ele e nada falei me encaminhando para onde estava o Pin (duas casas depois – na rua) e quando cheguei perto pude notar que o Pin havia levado um tiro na coxa. Tinha um buraco redondo na coxa e estava molhado, como que foi lavado para limpar o sangue. E depois foi colocado ali. Notem bem, esse vizinho era ruim, mas me respeitava e quando viu que matou o meu gato, tratou de fazer um buraco para enterrar, mas a consciência dele o fez me chamar e dar uma desculpa. Acha que sou idiota.

Me disseram, depois, que ele estava praticando “tiro ao alvo” (de brincadeira, acreditam?) e meu gatinho entrou no quintal dele para brincar como uma gatinha que estava por lá. Daí. Miraram e atiraram. Um bando de homens bêbados. Irresponsáveis, sem coração e inconsequentes,...
Não pronunciei uma palavra. Eles enterraram o bichinho.
Voltei para casa e chorei.

Gente, que lugar é esse (Praia Seca - bairro de Araruama – RJ) que um some com um gatinho o outro atira no outro gatinho... que marca de gente é essa?  Se é que dá para chamar de “GENTE”. Lugar infeliz? Como me arrependo de ter morado nesse lugar. Aliás, ainda moro, mas não na mesma casa. Olha que vivi dentro de uma fazenda por quase três anos, em meio à cobra, escorpião, aranha caranguejeira,... e eles foram e voltaram comigo.

Que lugar é esse??? Quando eu sair daqui, o que vou lembrar é que foi aqui que perdi dois gatinhos. E de formas inusitadas.




===============================================================



O NICK...

Não acredito!!! Foi meu último machinho... O Nick, o gatinho preto, lembram? Lembram da cirurgia que ele fez? O que passou? Agora que estava bem, lindo, isso acontece...
Pois é, no dia ... de Junho de 2016, uma matilha invadiu meu quintal – pularam o muro – e tentaram atacar uma gatinha minha (A Lipe), então o Nick, que era o único macho que sobrou, saiu em defesa dela e correu para um terreno ao lado da casa, e os cães atrás. Escutei o barulho e fui atrás também. Gente!!! Não imaginam meu desespero. Eu tentei pular o muro do terreno (que os cães tinham pulado tranquilamente) e não consegui, então resolvi entrar no terreno por baixo do portão. Me arrastei por baixo e assim consegui entrar. Gritei com os cães, enfurecidos, e foram saindo um a um, o último pulou o muro e ainda parou para me olhar. Daí,...ufa!.. respirando... me aproximei de meu Nick e ele havia sido atacado na jugular, e estava completamente duro (morto). Eu o peguei no colo e fiquei olhando para ele por um tempo, ali, morto, nos meus braços. Pensava... O levei para casa, e fiz um buraco e o enterrei. E permaneci ali por algum tempo... Pensando como pode uma matilha pular um muro, e que cães eram aqueles, de onde saíram??? Busquei explicações que não em satisfizeram...

Enfim, agora somente me restam minhas três meninas (A Lili, a Lipe e a Babi). Tenha a sensação que meus gatos foram dizimados aqui nesse lugar... Que movimento é esse...

É isso aí, minha gente. Vida que segue. Já chorei meus gatinhos, agora protejo os outros que ficaram (três). Os vizinhos aqui parecem ser melhor. Mas, estou atenta, afinal ainda estou em Praia Seca (Araruama).

É isso aí... Levei muito tempo para conseguir entrar neste Blog de novo. Mas, agora resolvi fazer esta homenagem para eles...











Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam Felizes

Além das historinhas de meus próprios gatinhos, espero que gostem das informações que coloquei. Estou certa que conhecerão muito mais sobre os gatos. São informações muito úteis sobre eles. Inclusive dicas de livros sobre gatos. Postei aqui cerca de 600 Gifs animados de gatinhos, mais de 500 gatinhos estáticos, pinturas de gatinhos,DESENHOS para pintar de gatinhos (Para Crianças), miniaturas, alphas (alfabetos), tags, natalinos, barrinhas, fundo de email, gatos mágicos e muito mais; TUDO referente a nossos amados bichanos. Então, é só aproveitar e sair baixando tudo que interessar. Com Amor e Carinho. ♥♥♥Martha Cibelli♥♥♥

Precisamos de MIL assinaturas

Seguidores

Labels

Follow by Email

Mais vistas

 

GatoMania Templates Ipietoon Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)