quinta-feira, 25 de março de 2010

Toxoplasmose


Quem nunca ouviu falar disso? Todas as mulheres quando engravidam, fazem o exame para detectar Toxoplasmose. Faz parte do pacote.
Agora, é bom que leiam o texto no final deste, pois vão ver o que é MITO sobre os gatinhos.



O que é toxoplasmose?

A toxoplasmose é uma doença causada pelo protozoário parasita Toxoplasma gondii. Em vários lugares do mundo até 95% da população foi infectada com toxoplasma. As taxas de infecção são maiores em lugares do mundo com clima quente e úmido e em altitudes menores.




Transmissão da toxoplasmose

A toxoplasmose não é transmitida de pessoa para pessoa, exceto em casos de mãe para bebê (congênita), transfusão de sangue e transplante de órgãos. As três formas mais comuns de transmissão são através de alimentação, de animais (zoonose) e de mãe para bebê (congênita).
 

Transmissão da toxoplasmose através da alimentação

O parasita da toxoplasmose pode ser transmitido a humanos através dos alimentos. Pessoas podem ser infectadas ao:
* Comer carne contaminada não cozinhada (especialmente porco e cordeiro).
* Ingestão acidental de carne crua contaminada depois de manuseá-la e não lavar as mãos cuidadosamente (toxoplasma não pode ser absorvido pela pele intacta).
* Comer alimento contaminado por faca ou utensílios que tiveram contato com carne crua contaminada.


Transmissão da toxoplasmose de animais para humanos – zoonose


Os gatos desempenham um papel importante na disseminação da toxoplasmose. Gatos ficam infectados ao comer roedores, passarinhos e outros pequeno animais contaminados. O parasita então é passado nas fezes do gato na forma de oocisto, o qual é microscópio. Pessoas podem acidentalmente engolir o oocisto do parasita ao:

* Ingerir acidentalmente o oocisto depois de limpar a caixa de fezes do gato.
* Ingerir acidentalmente o oocisto depois de tocar ou comer alguma coisa que entrou em contato com fezes de gato infectado com toxoplasma.
* Ingerir acidentalmente o oocisto em solo contaminado.
* Beber água contaminada pelo parasita toxoplasma.



Transmissão da toxoplasmose de mãe para o bebê – congênita


Um mulher que foi infectada recentemente com toxoplasma durante a gravidez pode transmiti-lo ao feto (infecção congênita). A mulher pode não ter sintomas, mas é possível que o bebê sofra conseqüências severas, como doenças no sistema nervoso e olhos.



Tipos raros de transmissão da toxoplasmose

Pessoas que receberam transplante de órgão podem ser infectadas se for de um doador com toxoplasmose. Em ocasiões raras as pessoas também podem ser infectadas ao receber transfusão de sangue.



Sintomas da toxoplasmose

Sintomas da toxoplasmose em pessoas saudáveis que não estão grávidas

Pessoas saudáveis infectadas pelo toxoplasma gondii geralmente não apresentam sintomas porque seu sistema imunológico geralmente impede o parasita de causar doença. Quando a doença ocorre, geralmente apresenta sintomas de gripe que duram por várias semanas e depois vão embora. Porém, o parasita ainda fica no organismo em estado inativo, e pode ser reativado se a pessoa tiver enfraquecimento do sistema imunológico.

Sintomas da toxoplasmose em pessoas com sistema imunológico comprometido

As pessoas com sistema imunológico comprometido podem sofrer sintomas severos da toxoplasmose. Alguns desses sintomas podem incluir febre, confusão, dor de cabeça, convulsão, náusea e coordenação ruim.

Sintomas da toxoplasmose na gravidez

Geralmente se uma mulher foi contaminada antes de ficar grávida o feto ficará protegido, uma vez que a mãe desenvolveu imunidade. Se a mulher for infectada pelo toxoplasma durante a gravidez, ou pouco antes de engravidar, pode passar a infecção para o feto (transmissão congênita). Os danos ao bebê geralmente são mais graves quanto mais cedo a transmissão ocorrer. Potenciais resultados podem ser:
* Aborto espontâneo.
* Bebê natimorto.
* Bebê nascido com sinais de toxoplasmose, como por exemplo tamanho anormal da cabeça.

Os bebês infectados antes do nascimento geralmente não apresentam sintomas ao nascer, porém os desenvolvem posteriormente, como perda potencial da visão, convulsões e retardamento mental.
 
 
Toxoplasmose e doença ocular

Doenças oculares (mais freqüentemente retinocoroidite) decorrente de toxoplasmose podem resultar de infecção congênita ou após o nascimento. Lesões nos olhos provenientes da infecção congênita geralmente não são identificadas ao nascimento, mas ocorrem depois na fase adulta em 20-80% das pessoas infectadas.

Tratamento da toxoplasmose

A maioria das pessoas saudáveis recupera-se da toxoplasmose sem tratamento. Pessoas que ficaram doentes podem ser tratadas com uma combinação de medicamentos.

Mulheres grávidas, recém-nascidos e bebês podem ser tratados, porém o parasita não é eliminado completamente.

Pessoas com toxoplasmose ocular algumas vezes recebem orientação do oftalmologista para usar medicamentos. A recomendação ou não do uso de medicamentos depende do tamanho da lesão ocular, localização e características da lesão.

Pessoas com sistema imunológico comprometido precisam ser tratadas até melhorar da condição. Para pacientes com AIDS, pode ser necessário continuar a medicação pelo resto da vida.


Toxoplasmose
 
Em quais casos a toxoplasmose merece tratamento

A toxoplasmose deve ser tratada nos pacientes que apresentarem os sintomas desconfortáveis da doença. Em algumas pessoas com alta imunidade a doença pode regredir espontaneamente em pouco mais de um mês, ou nem apresentar sintomas.

O tratamento, à base de remédios como a sulfadiazida associada à pirimetamina, reduz sensivelmente os sintomas e deve ser mantido por um prazo nunca inferior a três semanas.

O tratamento em gestantes

Caso a mulher apresente os sintomas durante a gravidez, o tratamento médico deve ser urgente, pois há grandes chances de transmissão para o feto, o que pode comprometer sua formação. Para verificar se o concepto foi infectado é realizada, entre a décima sexta e décima oitava semana de gravidez, a coleta (punção) de material do líquido amniótico. Caso haja a presença de componentes do parasita, é iniciado um tratamento intra-útero por meio de potentes remédios administrados para a gestante. Nestes casos, deve ser realizada uma cuidadosa avaliação do médico sobre os riscos e benefícios do tratamento, uma vez que os remédios usados são tóxicos para o bebê. Se o feto não foi infectado, opta-se pela continuidade do tratamento com espiramicina até o final da gravidez, de forma a reduzir os riscos para o bebê. Veja quais são os principais riscos para o feto.

Em todos os casos, a melhor forma de tratamento é o preventivo. Procedimentos simples de higiene reduzem drasticamente os riscos de contaminação. Consumir apenas carnes bem cozidas, lavar muito bem frutas, verduras e legumes antes de ingeri-los, evitar a presença de animais domésticos, especialmente gatos, dentro da residência são alguns dos procedimentos básicos.

Estes cuidados devem ser redobrados durante a gravidez. Atualmente, o exame de toxoplasmose é exigido pelo médico no pré-natal. Assim, é possível avaliar a imunidade da mulher e possíveis procedimentos para evitar a manifestação da doença no período gestacional.



Uff!!! Ainda bem que meus gatos que são caçadores (porque nem todos são), somente matam, mas não comem.

Bem, agora vão ver outro artigo, tão importante quanto. Vai falar da injustiça que fazem com os gatinhos...



TOXOPLASMOSE:
O MAIOR PERIGO ESTÁ ONDE VOCÊ NEM IMAGINA

Dra. Claudia Batistella Scaf

A toxoplasmose é uma zoonose (doença transmitida dos animais aos homens) causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii.

Infelizmente, não faz parte da rotina médica o atendimento de zoonoses, mas para nós, médicos veterinários, é muito comum.

Nós lutamos todos os dias para derrubar o mito de que o gato é grande vilão da toxoplasmose; queremos mostrar à população como realmente acontece a transmissão. Realmente, não se pode negar, o Toxoplasma Gondii é um protozoário que tem seu ciclo de vida em diversos carnívoros, mas somente no felino ele é capaz de completá-lo e infestar o meio ambiente.

Mas há um caminho longo e cheio de barreiras para que uma pessoa adquira a doença diretamente do injustiçado gato.

Em 1º lugar, não são todos os felinos que têm predisposição para fazer a doença, mas somente aqueles que ingerem carne crua ou mal assada ou que são caçadores (baratas, ratos,etc.).

Para que ocorra transmissão para o gato, é necessário que este coma a carne que contenha os cistos do toxoplasma.
Na maioria, são animais que tem acesso à rua e que estão com seu sistema imune comprometido.

Estima-se que apenas 1%- UM EM CEM! - da população felina albergue o protozoário.

Em 2º lugar, o gato, se estiver contaminado, só elimina o parasito nas fezes durante 15 dias e apenas uma vez em toda a sua vida.
Geralmente esta eliminação ocorre 10 dias após ter se infectado.

Em 3º lugar, para ocorrer a contaminação de pessoas a partir das fezes do gato, é necessário que estas fezes fiquem no ambiente por, NO MÍNIMO, 48 horas, e que depois sejam ingeridas; caso contrário, o ciclo não se completa!

Os gatos possuem o hábito de limpar-se, não deixando restos de fezes na pelagem, e enterram seus excrementos.

Porém, mesmo que não se limpem, já há estudos mostrando que não há viabilidade de infecção caso hajam fezes grudadas no pêlo do animal.

A possibilidade de contaminação do proprietário do gato pelo próprio gato é mínima ou inexistente.

Acariciar um gato e tê-lo como animal de companhia não representa perigo. Mordidas ou arranhões do gato também não transmitem toxoplasmose.

O mais comum é que a doença seja adquirida via ingestão de carnes mal cozidas, e também pela ingestão de verduras e legumes mal lavados e falta de higienização das mãos após o manuseio com terra.

Tendo em vista o supracitado, é por isso que há um alto índice de toxoplasmose em Portugal, pelo alto consumo de embutidos (leia-se sem cozimento), e também em Erechim, que é o lugar com maior índice de toxoplasmose no planeta, pelo alto consumo de carne suína mal cozida.

Ademais, somente pessoas imunodeficientes ou as mulheres grávidas que nunca tiveram contato com o parasita (leia-se sem formação de anticorpos) formam o grupo de risco.

Se fizermos sorologia numa determinada população, a maioria será positiva para toxoplasmose, não pelo fato de terem a doença, mas sim porque, em algum momento da vida, houve contato com o cisto do parasita e o corpo produziu anticorpos, e estes anticorpos permanecem para o resto da vida.

Portanto, que fique bem claro que beijar, abraçar, dormir com gatos
NÃO LEVA À TRANSMISSÃO DA TOXOPLASMOSE!

A prevenção da toxoplasmose se dá com boas práticas de higiene, tais como limpar a caixa de areia dos felinos diariamente, não ingerir alimentos crus ou mal-cozidos sem prévio congelamento por 48 horas, não ingerir leite in natura e embutidos não fiscalizados, limpar cuidadosamente qualquer material que entre em contato com carnes cruas, e fazer uso de luvas ao realizar jardinagem.

Além disso, evite que seu gato tenha acesso á rua e, é claro, o animal deve ser vacinado, desparasitado interna e externamente e examinado regularmente por um médico veterinário para que se evite qualquer doença.

Na dúvida?

Faça uma sorologia, sua e do seu felino, para toxoplasmose.

E por favor, não abandone seu animal de estimação!


"A Ignorância é a mãe do Preconceito e este,
é o pai maldito de todas as desgraças sociais"
Larousse














Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sejam Felizes

Além das historinhas de meus próprios gatinhos, espero que gostem das informações que coloquei. Estou certa que conhecerão muito mais sobre os gatos. São informações muito úteis sobre eles. Inclusive dicas de livros sobre gatos. Postei aqui cerca de 600 Gifs animados de gatinhos, mais de 500 gatinhos estáticos, pinturas de gatinhos,DESENHOS para pintar de gatinhos (Para Crianças), miniaturas, alphas (alfabetos), tags, natalinos, barrinhas, fundo de email, gatos mágicos e muito mais; TUDO referente a nossos amados bichanos. Então, é só aproveitar e sair baixando tudo que interessar. Com Amor e Carinho. ♥♥♥Martha Cibelli♥♥♥

Precisamos de MIL assinaturas

Seguidores

Arquivo do blog

Labels

Follow by Email

Mais vistas

 

GatoMania Templates Ipietoon Templates Ipietoon
Ilustração: Gatinhos - tubes by Jazzel (Site desativado)